Faça sua encomenda!

Seja Bem-Vindo(a) ao Mundo do Sabor -
Aqui você encontra deliciosas receitas práticas ,
com gostinho de comida caseira
feitas com muito amor e carinho.
Além de tudo um pouco de prosa
falando do que amo,
do que sinto com muita simplicidade.



Telefone para encomendas : 8521-2289 (Oi)


Se Deus é por mim ,quem será contra mim?Jesus nos protege sempre.

Quer seguir meu blog, ver novas postagens atualizadas?Então siga !!

quarta-feira, 20 de junho de 2012

Lelê da Bahia - blogagem coletiva receitas de São João





O São João está se aproximando, e como não pode deixar de ser, aqui no Nordeste do Brasil, está tudo enfeitado com bandeirolas, tem sempre shows com bandas de forró,muitos petiscos feitos com milho,licores diversos,fogueira, e animação.
Amo muito tudo isto, e trouxe para vocês a receitnha de um petisco que comemos o ano inteiro aqui em Salvador, mas que no São João, comemos mais ainda, o Lelê.

O Lelê é feito com quirera de milho, também chamada de   canjiquinha ou xerém,um milho todo quebrado.
É uma sobremesa deliciosa de consistência cremosa,e com pedacinhos umidecidos de milho, um verdadeiro manjar dos deuses.


 Lelê da Bahia



Ingredientes:

 03 xícaras (chá) de xerém (ou quirera) 500ml de leite de coco
 300ml de leite de vaca,
 paus de canela, cravo,
 03 colheres (sopa) de manteiga ou margarina
 01 colher rasa (café) de sal
 açúcar a gosto.

Modo de Fazer:

Coloque o xerém de molho na água fria por meia hora, não deixe muito tempo, pois os grãos amolecem demais!Escorra toda a água do xerém, coloque-o em uma panela funda, acrescente os leites, a canela, o cravo, o sal e o açúcar.Leve-o ao fogo  mexendo lentamente com uma colher de
 pau  ou plástico até começar a engrossar.Abaixe o fogo, acrescente a manteiga e continue mexendo, agora, mais vigorosamente até soltar do fundo da panela e começar a "pipocar".É mais ou menos o ponto da canjica (curau), só que um pouco mais durinho!
                       

Esta receita vai para a blogagem coletiva do Larissa todo dia, blog da querida Larissa Banister.


19 comentários:

Isadora disse...

que visao...que foto de babar! amei!

http://deliciasdaisa.blogspot.com.br/

Larissa Banister disse...

Que lindo, não sabia que xerém se chamava tb Lelê da Bahia kkk que fofo, beijos

Mundo do Sabor disse...

Isa - adoro Lelê,é uma sobremesa muito gostosa!

Larissa - o xérem não se chama Lelê da Bahia, é o prato depois de pronto!kk
Que bom que gostou,linda!

Beijinhos

Marcia H disse...

afff mordi o pao e pensei: quero lelê

adoro, amo, sou do interior e comia sempre tudo feito com milho fresco e leite de coco fresco tb.

aff, vou ter que fazer o xérem...

Mundo do Sabor disse...

Márcia H,meus pais também são do interior, e mainha fazia sempre para mim, hoje faço para minhas pequenas, tem coisa melhor!
Obrigada pela visita,volte sempre!

Iliane disse...

que delicia deve ser..não conhecia!!e eu amo receitas com xerém..bjo

Mundo do Sabor disse...

Oi Iliane,bom te ver aqui,tenho um cairnho especial pela sua pessoa.Menina,esperimente fazer o Lelê, é um manjar dos deuse,amooo difícil é ica num pedaço só, ele estraga qualquer dieta, é bom demais!hehehe

Beijooos

GisaD disse...

adorei a sua receita, vou fazer já já, estava com saudades do tempo de criança quando morava em feira de santana e comia lelê que mainha fazia. agora vou matar a saudade e a fome... kkk obrigada.

Mundo do Sabor disse...

Fico feliz por você,Gisa... receita de mainha, é sempre a melhor do mundo.Meu saudoso pai era de Feira de Santana, a princesinha do sertão!Ele adorva sobremesas com milho, café da manhã com aipim,batata doce...Um autêntico sertanejo,ele nasceu em São José da Itapororocas,hoje Maria Quitéria,tenho uma família enooorme lá.

Beijooos

Carlos Santos disse...

Este doce era tradicional no interior da Bahia, era vendido na rua por Baianas, em tabuleiros carregados na cabeça , era cortado os quadrados

Daniele dos Santos Souza disse...

Estou preparando fazia tempo que eu nao comia,lembro da minha infancia.

Daniele dos Santos Souza disse...

Estou preparando fazia tempo que nao comia,lembro da minha infancia.:-)

Daniele dos Santos Souza disse...

Saudades de minhas comidinhas tipicas da Bahia minha linda terra Salvador.

Mundo do Sabor disse...

Sim Carlos,ainda hoje todos os domingos uma jovem senhora ´passa na miha rua oferecendo os quitutes indígenas,numa morna cantilena:

Oi aê o móiadinho de cocooooooo,tem beijú e tem lelê e cuzcuz de carimã...

Volte sempre,um abraço!!!!

Mundo do Sabor disse...

Oi Dani,

Que bom ter contribuído para que relembrasse algo da sua infância.Depois me diga se gostouuu!

Volte sempre,

Beijooos

Anônimo disse...

AINDA NÃO FIZ O LELE MAIS AMO TUDO DE MILHO SENDO ASSIM A FESTA Q MAIS GOSTO E SÃO JOÃO.ESSA EXPERIENCIA DA PANELA DE PRESSÃO P MIM É NOVA.GOSTEI DA IDÉIA E VOU FAZER.HÁ AMEI ESSAS ESTRELINHA QDO CLICA NO PRODUTO,QUE LINDO.BJS.NEIDE.

Anônimo disse...

AINDA NÃO FIZ O LELE MAIS AMO TUDO DE MILHO SENDO ASSIM A FESTA Q MAIS GOSTO E SÃO JOÃO.ESSA EXPERIENCIA DA PANELA DE PRESSÃO P MIM É NOVA.GOSTEI DA IDÉIA E VOU FAZER.HÁ AMEI ESSAS ESTRELINHA QDO CLICA NO PRODUTO,QUE LINDO.BJS.NEIDE.

Anônimo disse...

Segui sua receita a risca, mas não deu certo. A canjiquinha empelotou toda depois que retirei da panela de pressão, e só não queimou porque abri a panela antes do tempo que você recomendou. Acrescentei os dois leites (de vaca e de coco), mas o lelê ficou esbranquiçado e mole demais. Ficou tão ruim que tive que jogar tudo fora.

Mundo do Sabor disse...


Também amo São João,Neide .Fica lindinho as estrelinhas,né????