Faça sua encomenda!

Seja Bem-Vindo(a) ao Mundo do Sabor -
Aqui você encontra deliciosas receitas práticas ,
com gostinho de comida caseira
feitas com muito amor e carinho.
Além de tudo um pouco de prosa
falando do que amo,
do que sinto com muita simplicidade.



Telefone para encomendas : 8521-2289 (Oi)


Se Deus é por mim ,quem será contra mim?Jesus nos protege sempre.

Quer seguir meu blog, ver novas postagens atualizadas?Então siga !!

quarta-feira, 3 de julho de 2013

Rambutã - delícia exótica












Por estes dias na feirinha, o vendedor de frutas, sempre solícito, me apresentou a esta frutinha, que confesso já havia visto,mas não tinha dado muita importância, mas diante da eloquência do vendedor e das características da frutinha que ele disse originária da Malásia e que chamava-se rambutã,me rendí ao seu apelo e comprei muitas e as juntei á conhecidíssima manga, acerola, banana,maçã e ameixa.
Cortei a casca grossa e espinhosa, com cautela e com a mesma cautela,provei do fruto branco e gelatinoso e simplesmente amei!Tem um sabor muito bom,  pesquisei e encontrei muitas peculiaridades desta frutinha exótica e quem tem muitas propriedades medicinais.
Na foto minha filhinha e seu gatinho olhando a frutinha  diferente.
Da família botânica das Sapindaceae, é conhecida como a delícia do Pacífico. A Rambutã é nativa da Malásia e comumente cultivada em todo o arquipélago e sudeste da Ásia. É muito popular no Havaí, Tailândia, Vietnã e Indonésia. Adaptou-se muito bem ao clima do norte do Brasil, sendo cultivada comercialmente no estado de Rondônia. É cultivada também no Amazonas e Pará.
Na natureza , a rambotã alcança até 24 metros, ela é parecida com a lichia no que se refere à polpa esbranquiçada e aromática. De sua casca saem pelos típicos. Em cultivo, ela pode atingir até 12 metros de altura . A rambotã pode ser propagada por sementes, enxertia ou alporques e cresce bem em solo ácido, bem drenados e com elevado teor de matéria orgânica.
Na fase adulta, podem render até 200 quilos por planta. São as fêmeas que produzem porque os machos dão apenas flor. 
Na Malásia, frutificam geralmente duas vezes por ano, a primeira, a cultura principal, em junho e uma menor em Dezembro. Nas Filipinas, a floração ocorre a partir de finais de Março e início de Maio e os frutos maduros a partir de julho a outubro ou ocasionalmente em novembro. Os frutos devem ser manuseados com cuidado e mantido seco, fresco e bem ventilado para atrasar a deterioração.

OUTROS NOMES:

Entre nós é conhecida como rambotão; em países de língua inglesa: rambutan; Espanhol: rambután; Frances: ramboutan , ramboutanier, lichi chevelu; Alemanha: Rambutan; Filipinas: rambutan, usan; Cambodja: saaw maaw, ser mon; Tailandia: ngoh, phruan; Vietnam: chom chom; India: ramboostan; China:Shao Tzu.
ESPÉCIES:Existem mais de 30 espécies de Nephelium com frutos comestíveis. Outras espécies incluem pulasan ( N. ramboutan-ake ), korlan ( N. hypoleucum ), rambutã gigante ( N. cuspidatum ), sungkit ( N. maingayi ) e Arut ( N. xerospermoides ).
Existem mais de 200 cultivares dorambotão no Sudeste da Ásia.

USO MEDICINAL

Dentre os princípios ativos da planta encontram-se saponinas e taninos e um alcalóide nas sementes. O Rambutã é rico em vitamina C, carboidratos, proteínas, cálcio, fósforo, potássio, ferro, niacina. Sua polpa é doce e pouco ácida, semelhante à uva. O extrado da raiz é utilizado para tratar febre e o cataplasma das folhas para aliviar as dores de cabeça.

Vale a pena experimentar o rambutã, depois me diga se não é uma delícia?!!!!!

Nenhum comentário: