Faça sua encomenda!

Seja Bem-Vindo(a) ao Mundo do Sabor -
Aqui você encontra deliciosas receitas práticas ,
com gostinho de comida caseira
feitas com muito amor e carinho.
Além de tudo um pouco de prosa
falando do que amo,
do que sinto com muita simplicidade.



Telefone para encomendas : 8521-2289 (Oi)


Se Deus é por mim ,quem será contra mim?Jesus nos protege sempre.

Quer seguir meu blog, ver novas postagens atualizadas?Então siga !!

quinta-feira, 21 de abril de 2016

Tapioca













Nas primeiras décadas pós-descobrimento, viajantes estrangeiros já registravam a existência dos beijus, preparados pelos índios com a goma da mandioca. Segundo a antropóloga Paula Pinto e Silva, autora do livro Farinha, feijão e carne-seca – Um tripé culinário no Brasil colonial (Senac-SP), tais bolos redondos, regados com mel, eram consumidos logo pela manhã e ao longo do dia.
 Embora diretamente associada à dieta diária do Norte e Nordeste do Brasil, a farinha de tapioca ultrapassou as fronteiras dessas regiões. As famosas panquecas, com recheios doces ou salgados, chegaram aos menus dos restaurantes do Sul e Sudeste, assim como os bolos, os pudins e os sorvetes.  – As escravas vindas do noroeste da África, de origem muçulmana, adotaram a farinha de tapioca como substituta da sêmola no cuscuz e, aos poucos, foram incorporando a ela ingredientes comuns na Bahia, como o açúcar e o coco.Adotado pelas senhoras portuguesas por sua semelhança com o já conhecido filhó e pela falta de pão de trigo que acompanhasse as refeições, o beiju saiu das aldeias e entrou nos alpendres e nas varandas, alargando as possibilidades do paladar europeu”, ela afirma. Diferente da farinha comum, produzida a partir das fibras da mandioca, a farinha de tapioca provém do amido.. A diferença em relação às versões industrializadas, está na textura. “A farinha de tapioca artesanal fica crocante e pode ser mastigada in natura. As indústrias tentam reproduzir o processo em grandes caldeiras, mas o resultado são grânulos mais rígidos, que devem ser colocados de molho antes do preparo.
Aqui onde moro aos domingos há mais de 20 anos ,era acordada com a cantilena cadenciada e morna da vendedora ,de cuzcuz,o molhadinho de coco.
Lá vinha ela cantando em alto e bom som, que por incrível que pareça ,detesto barulho ,principalmente que me acordem,mas acostumei-me com a cantiga que já faz parte do nosso cotidfiano,e rapidamente ia pegar o meu prato e arrematar a iguaria ,que é a atriz principal, cujos codjuvantes são o lelê, o cuzcuz de milho.
"Tem beiju e tem lelê e cuzcuz de carimã,olha aêeeee o molhadinho de cocoooooo!!O molhadinho é o cuzcuz de tapioca.
Antigamente era uma senhora que passava , hoje é uma jovem mulher, a qual perguntei pnde estava a outra vendedora, é sua mãe que pela idade, aposentou-se e hoje ela continua o legado da venda do molhadinho de coco,que sustentou sua família através dos braços hoje cansados de sua mãe, e hoje pelos seus próprios braços.Puxando a memória mais um pouquinho,lembrei-me da vendedora menina,segurando a barra da saia da mãe, e pedindo, me dê um pedaço....e pacientemente a mãe respondia, ,o seu já tá separado, quando for vender na rua de baixo te dou,minha menina, e tascava um beijo barulhento no rostinho miúdo da menina.
Fiz várias tapiocas aqui em casa,que nos serviu de almoço,poucas calorias,deliciosa, pegue os ingredientes e mãos á obra.



Tapioca
Ingredientes
  • Goma de Mandioca Hidratada
  • 1 Pitada de Sal
  • Frango desfiado
  • milho
  • Uvas passas
  • Ervilha
  • Queijo  mussarela
  • Presunto
Instruções
  1. Peneire uma porção de goma de mandioca hidratada em uma vasilha.
  2. Acrescente a pitada de sal (isso vale tanto para a tapioca doce quanto para a salgada).
  3. Preaqueça a frigideira, de preferência antiaderente.
  4. Com uma colher, polvilhe a tapioca na frigideira preenchendo toda sua superfície com a goma.
  5. Passe a colher sobre a tapioca para que um lado não fique maior que o outro, tornando-a plana e uniforme.
  6. Aqueça na frigideira por cerca de 5 minutos.
  7. Depois, basta acrescentar o recheio e enrolá-la.


2 comentários:

Mary - Strawberrycandy disse...

Fiquei curiosa com o sabor!
Beijinhos,
Espero por ti em:
strawberrycandymoreira.blogspot.pt
http://www.facebook.com/omeurefugioculinario

Mundo do Sabor disse...

Olá ,tem um sabor leve, neutro,delicioso.Obrigada pela visita.Beijoos