Faça sua encomenda!

Seja Bem-Vindo(a) ao Mundo do Sabor -
Aqui você encontra deliciosas receitas práticas ,
com gostinho de comida caseira
feitas com muito amor e carinho.
Além de tudo um pouco de prosa
falando do que amo,
do que sinto com muita simplicidade.



Telefone para encomendas : 8521-2289 (Oi)


Se Deus é por mim ,quem será contra mim?Jesus nos protege sempre.

Quer seguir meu blog, ver novas postagens atualizadas?Então siga !!

sábado, 5 de abril de 2014

Compota de groselha baiana








Peguei esta receita no livro o Sal é um dom da querida Mabel Velloso, escritora e  irmã de Caetano Velloso e Maria Bethânia.Um doce típico de Santo Amaro,cidade do Reconcâvo baiano, onde nasceu Dona Canô e Seu Zeca,pais destas pessoas especiais que trouxeram para a música popular brasileira mais encanto, mais inteligência.O sal é um dom, é um livro para se ler aos pouquinhos,página a página, se deliciando ...como ao sorver uma bebida refrescante aos pequenos goles ,para não terminar logo.Um livro de capa dura, papel couchê,que não exibe só receitas.,mas a história duma família, memórias gastronômicas da matriarca D.Canô que na sua simplicidade transformou a vida da família nos seus 105 anos de vida, numa existência  de sabores ,encantos e cantos, acho que vem daí a filosofia,poesia e melodia  das músicas dos filhos cantores, a facilidade de escrita da filha escritora, e a felicidade geral da família.
Esta senhorinha pequenina que era a matriarca não só de uma família ,mas de toda uma cidade...sim porque ninguém pensa em Santo Amaro ,sem lembrar da figura que sempre defendeu sua cidade, suas raízes,que era reverenciada por todos os baianos  e brasileiros.
Vi muito  governardor, Presidente da República, pedir a benção a D. Canô,todos a respeitavam,e Caetano um dia criticou o Presidente Lula a quem ela tinha muito afeto, e ela não pestanejou em fazer o filho  famoso pedir desculpas, pois não havia ensinado ele a ser indelicado.E ele que não é besta nem nada correu a se desculpar.
Quando tinha 18 anos, viajava muito para Santo Amaro, minha irmã tinha uma amiga de trabalho , a Sininho que nasceu lá;  éramos acolhidas com muito carinho pela sua família.Lembro de seu pai Sr. João, pegando no seu enorme quintal a galinha mais vistosa, e sua esposa D. Adelaide   indo solicitamente prepará-la,era um banquete!!.Tinha galinha de quintal, muitas vezes preparada como ximxim, farofa de dendê, efó,arroz branco, feijão  de corda,saladas.Me fartava sem culpa, tempos bons, comia tudo o que queria, e não engordava um quilo sequer.hehehe Era cintura fina e pernas grossas,a rapaziada ficava babando.rsrsrs
Íamos na Lavagem de Santo Amaro,e no São João sempre lá passavamos, pela porta de D.Canô,que tinha muitos "pés" de árvores  frutíferas ao redor, e eu lhe pedia a benção......
Agradeço a Mabel,pela generosidade em  publicar este livro,que muito mais que um livro de culinária, é um documento ,um livro de memórias de sua família,com fotos de diversas épocas,inclusive de mesas postas,onde muitas pessoas ,satisfizeram suas gulas, seus anseios...não só de comida, mas de carinho, de amor.Sempre pensei que culinária, fazer comida, não é só para satisfazer o estômago, mas á alma.Quem                                                                     cozinha passa todo o sentimento para a comida,por isto cozinho com amor, sentimento este passado pela minha mainha, D. Maria Antonia, a melhor chef do mundo.....da nossa cozinha, que prepara um caruru, um vatapá ,um cozido, ou um bife,como ninguém, com direito a sobremesa de arregalar os olhos, e regalar o estômago.D. Canô e mainha, são de um tempo,onde a mulher tinha a satisfação de preparar a comida para quem amava.Não estou criticando quem tem sua profissão,trabalha fora, tem seus objetivos profissionais, mas há que se tirar um tempo,para fazer uma comida de mãe, para os filhos,para o marido,para os amigos, acredite fará bem,não só para eles,mas principalmente para você.



Acredito que o universo conspira a nosso favor quando estamos ligados a algo.A forma como este livro chegou até mim, foi  surpreendente, houve um concurso cultural num site onde sou cadastrada,o Receitáculo, do querido Sason em 2008 ,onde foi lançada a pergunta :O que você cozinharia para Caetano Veloso e Maria Bethânia?  E por quê?
As 3 melhores respostas receberão o livro em casa..... e lá fui eu deixar a minha resposta ,que criei com o coração,pensando nas delícias do reconcâvo, do povo baiano: Eu ofereceria para Caetano e Bethânia, um delicioso xinxim de galinha, que tem como ingrediente, o azeite de dendê.Porque a comida que alimenta os baianos, tem sempre este ingrediente que é a principal oferenda dos orixás.O comer na nossa terra,não se limita a satisfazer uma necessidade fisiológica, comemos em festas fartas e alegres, assim como também em momentos tristes,estamos alimentando o espírito.Depois da refeição ninguém ficaria perplexo, ao ouvir os dois irmãos cantores afirmarem após terem se refestalado com o delicioso xinxim,acompanhado de arroz branco, e farofa de dendê : - Alimentamos a alma!
Quando fui olhar o resultado estava entre as 3 ganhadoras.Fiquei muito feliz, pensei logo ,queria tanto o autográfo da Mabel,no livro......como consegui-lo... Ela já não morava mais em Santo Amaro.....mas a vida se encarrega de agendar os encontros,precisa-se ter paciência, como dizia meu velho pai Francisco: o que é do homem ,o bicho não come.



Encontrei Mabel em Junho de 2012, num concerto do coral arena Cia. das Artes no Instituto Feminino,que fui com meu maridoTrocamos figurinhas, conversamos, estávamos encantadas com a apresentação  do grupo ,música que toca o coração e o espírito,em tempos que as músicas que mais fazem sucesso, tem meia dúzia de palavras e uma só batida,temos que ir á procura destes manjares dos deuses,para desobstruir nossos ouvidos,pois se existem fumantes passivos, em se tratando de Salvador, existem os ouvintes passivos também.Conversa vai,conversa vem,nos despedimos e esquecí de pedir-lhe o telefone.









.

Paciência é o segredo, eis que minha irmã  a poetisa e contadora de histórias Rosana Paulo, ganhou um concurso de poesias no Sesi  em março de 2013 e durante o evento ,quem fazia parte do júri?  Nada mais nada menos que Mabel Velloso, já saí de casa com meu livro,que finalmente 5 anos depois foi autografado.

Voltando ao "O sal é um dom, está cheio de receitas de comidas típicas, de bolos caseiros, de doces ,de compotas, há tempos que vinha namorando o doce de groselha, mas em se falando da capital Salvador,dífícil   de consegui-las,só no interior. Onde achar a groselha baiana ,fruta típica do Reconcâvo, azedinha,ácida? Seus frutos são ricos em vitamina C. Tem proteína em quantidade que é 15 vezes maior que no couve, 20  vezes maior que na alface, 10 vezes maior que no espinafre, três vezes maior que no milho,  30% maior que no feijão.A frutinha não  é   fraca não.



Eis que passando despretensiosamente com minhas filhas e marido pela feirinha do Jardim Cruzeiro, vejo duas senhoras, vendendo carimã,tapioca ,acerola,e pasmem ....groselha baiana!!!Não pensei duas vezes, e comprei dois litros.Elas só aparecem no sábado.
Higienizei as frutinhas e #partiucozinha!!Elas são verdinhas, mas no contato com o açucar e o cozimento ficam vermelhinhas,seu doce assemelha-se mesmo que suavemente, ao doce de tamarindo.Uma boa pedida para sobremesa,depois de lautos almoços ,especialmente regados á dendê.PAra tirar o ginge.
Ao fazer o doce fiquei imaginando o carinho com que D.Canô o fazia para seus filhos ,netos e bisnetos, as compoteiras onde era deitado o doce, a festa de quem os comia.....um deleite total.

Vamos á receita,extraída do livro O sal é um dom.

Compota de Groselha Baiana

1 litro de groselha baiana
6000 g de açucar demerara
500 ml de água,ela diz água  que dê para cobrir as frutinhas ,foi exatamente esta quantidade.

Modo de fazer:

Como a groselha é muito ácida,para fazer o doce é preciso  aferventar e jogar a água fora.Depois de fervida ,levar novamente ao fogo.Deixeferver  atémudar de cor, uns 20 ,25 minutos ,depende do seu fogão.
Feri um pote de virdo deixei escorrer num  pano de prato e coloquei a compota dentro.



3 comentários:

Dalva Nascimento disse...

Parabéns! Querida amiga, seu pai estava certíssimo ao dizer o que é do homem o bicho não come. A saga até a assinatura foi longa , demorada, mas aconteceu, perseverança e paciência são para poucos. Mais uma vez, parabéns,fica com Deus e sucesso sempre.

Mundo do Sabor disse...

Obrigada Dalvinha, paciência e perseverança sempre,é o segredo da vitória.

Beijooos ,amiga.

Thais disse...

Olá boa tarde. Onde você encontrou essa bendita fruta? Na minha gestação tive desejo e até hoje estou a procura, meu filho já está com 7 meses. 62 85535413